Mukli Alfajores, um pedacinho do Uruguai na Serra Gaúcha

Mukli Alfajores, um pedacinho do Uruguai na Serra Gaúcha

Nova Petrópolis encanta os turistas com suas belezas naturais e lugares encantadores para desbravar como o Monte Malakoff e o Parque Pedras do Silêncio. Colonizada por imigrantes alemães, ela conserva a tradição de geração em geração.

Por aqui as pessoas adoram comer bem, por isso a mesa farta nos tradicionais cafés coloniais e também nas sequências de fondue são fascinantes para turistas e a comunidade local. 

Acolhimento é o que não falta aqui nesta pequena cidade do Rio Grande do Sul. Com uma população local estimada em pouco mais de 21.000 pessoas, todos são bem-vindos. E até mesmo quem vem de fora do país, como no caso dos fundadores do Mukli Alfajores. Eles vieram do Uruguai e trouxeram consigo uma receita da família de um dos doces mais tradicionais do seu país de origem, o doce de leite.

Para quem não sabe, o doce de leite uruguaio é um dos melhores do mundo, o que deu à marca Mukli uma grande notoriedade na Serra Gaúcha, que possui fábrica em Nova Petrópolis.

Vem com o Viva conhecer um pouco mais sobre a sua história e as suas delícias.

Neste artigo você vai conhecer a história da Mukli:
Mukli Alfajores em Nova Petrópolis
Experiência com uma explosão de sabores
Localização e horários

Mukli Alfajores em Nova Petrópolis

Juan Carlos e Gisela, um casal uruguaio, escolheu Nova Petrópolis para escrever uma nova etapa da sua história com os filhos. A cidade foi a primeira opção por conta das tradições da cultura alemã que está no sangue da cidade.

Com os filhos já formados, resolveram criar a Mukli, nome que resultou dos sobrenomes do casal. Tudo começou com um pequeno maquinário em 2012, tendo como base a receita de alfajor que já era passada de geração em geração pela avó. 

No início, a produção era de apenas 140 unidades por dia e, a cada ano, o negócio só crescia. Atualmente, são feitos 5.000 por dia, desde a confecção até embalagem. Um dos diferenciais é o uso do doce de leite uruguaio, chocolate da Serra Gaúcha e uma massa caseira especial para combinações perfeitas.

Experiência com uma explosão de sabores

A primeira coisa que te adiantamos é que é impossível comer um único alfajor da Mukli. Os sabores são algo que você nunca viu, derretem na boca, são macios, não são ressecados e nem açucarados. 

Todos os produtos são feitos com matéria-prima de qualidade e isso não impede que tenham um preço justo. Você se delicia e ainda pode levar várias maravilhas para casa, inclusive com embalagens lindas que tornam o produto um presente muito legal.

Confira alguns dos sabores de alfajores que você encontra na loja:

  • Laranja;
  • Figo;
  • Paçoca;
  • Doce de leite;
  • Café;
  • Mousse de limão.

Os bocaditos, doce com uma generosa porção de doce de leite sobre um biscoito crocante e coberto com chocolate ao leite ou branco, também são um sucesso. Além disso, pode experimentar variadas bolachas saborizadas. 

Há um espaço super agradável em que você pode tomar um delicioso café. As opções são variadas, dentre elas, chocolate quente, expresso, carioquinha e o chocoalfajor. Também pode experimentar a maravilhosa medialuna, que se trata de uma massa crocante por fora, dourada e levemente folhada por dentro, tanto doce quanto salgada. 

Você será super bem recepcionado, os atendentes te fazem sentir em casa, oferecendo a degustação de produtos, fazendo com que sua experiência seja única. 

Atendimento ao público

A Mukli conta com 3 lojas, duas delas estão situadas em Nova Petrópolis. 

Loja Matriz / Fábrica
Nova Petrópolis
 
Cafeteria Completa
Segunda a Sexta das 8h às 18h | Sábados e Domingos das 10h às 18h 

Estrada RS 235 km 14, 3003 – Linha Brasil – Nova Petrópolis/RS 

(54) 99905-8807
Centro
Nova Petrópolis
 
Cafeteria Completa
Segunda a Domingo das 9h às 18h30.

Av 15 Nov 1704 – Sala 3 – Centro – Nova Petrópolis/RS 

(54) 99905-8807
Centro
Gramado
 
Cafés e Chocolate Quente.
Segunda a Domingo das 9h às 18h30.

Av. das Hortências, 1885 – Sala 1 – Centro – Gramado/RS 

(54) 99134-0507

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

dois − 1 =